sexta-feira, 14 de agosto de 2009

A CHEGADA DO ANTICRISTO

video



A CHEGADA DO ANTICRISTO

INTRODUÇÃO

João enfatizou a importância da doutrina correta, como sinal de um cristianismo legítimo. O termo “anticristo” descreve aqueles que destruíram a comunhão nas igrejas ao ensinar doutrinas erradas sobre Cristo. As doutrinas que caracterizavam esses falsos mestres estão em IJo 2.22-23. Hoje não é diferente dos tempos de João e a cada segundo que passa estamos diante de um acontecimento já anunciado de longa data. Prepara Igreja que o anticristo já está preste a revelar-se para o mundo.

ORIGEM DA PALAVRA ANTICRISTO

Anticristo (do grego αντιχριστός i.e. "opositor a Cristo") é uma denominação comum no Novo Testamento para designar aqueles que se opunham a Jesus Cristo, e também designa um personagem escatológico, que segundo a tradição cristã dominará o mundo nos últimos dias antes que haja a segunda vinda de Cristo.

A palavra “anticristo” só é mencionada na Bíblia em I e II João. Através de um jogo gramatical (singular e plural), o apóstolo faz distinção entre o “anticristo” (referindo-se ao governo mundial no tempo da Grande Tribulação), e “anticristos”, (aqueles que antecedem em seus ensinos o ministério do Ditador Mundial – IJo 4.3).

O prefixo “anti” tem o sentido básico de “em lugar de”, “o oposto a” ou “semelhante a”, mas na epístola de João significa “contrário a”. Porém, o texto de IITs 2.4, conjuga dois sentidos: o de “contrário a”: “... o qual se opõe e se levanta contra tudo que se chama Deus...”, e o de “semelhante a”, pois afirma que ele: “... se assentará, como Deus, no Templo de Deus, querendo parecer Deus”.

CARACTERÍSTICAS DO ANTICRISTO

Quanto a sua natureza – O anticristo será “segundo a eficácia de satanás” (IITs 2.9);

Quanto ao seu caráter – O anticristo será “o iníquo” (IITs 2.8);

Quanto a sua personalidade – O anticristo será “um orador cativante” (Dn 7.20; IITs 2.11);

Quanto a sua missão – O anticristo será “o opositor de Deus” (IITs 2.4);

Quanto a sua influência – Será “mundial”, pois governará sobre todas as nações (Ap 13.8; Dn 8.24; Ap 17.12);

Quanto a Israel – O anticristo será “o grande adversário” (Dn 7.21,25; 8.24; Ap 13.7).

QUEM É O ANTICRISTO

As Escrituras Sagradas traçam-nos um nítido perfil do personagem que, durante a Septuagésima Semana de Daniel, haverá de dominar o mundo, subjugando todas as coisas ao império de satanás. Vejamos, pois, como a Bíblia o descreve:

O arquiinimigo de Deus e seu Cristo – O anticristo será a mais completa personificação de satanás e o seu mais autêntico representante. Ele é aquele que se coloca no lugar de Cristo e contra Cristo se levanta.

O representante maior do diabo – Segundo mostram os textos bíblicos, o anticristo, ainda que pareça sobrenatural, será um ser humano como qualquer outro (Ap 13.12). Assim a Bíblia o intitula: O príncipe que há de vir (Dn 9.26); O que vem em seu próprio nome (Jo 5.43); Aquele que se assentará no Templo de Deus (IITs 2.4); O homem do pecado (IITs 2.3).

A besta – O anticristo é assim chamado devido a sua natureza, arrogância e prepotência. Erguendo-se ele contra Deus, intentará a perpetuação de seu império e a anulação do Reino de Cristo. Assim como o diabo usou a serpente para enganar Eva, ele usará agora o animal de feroz aparência para ludibriar as nações logo após o arrebatamento da igreja. Nesta ocasião, manifestar-se-á ele plenamente (IITs 2.6).

AS OBRAS DO ANTICRISTO

As Escrituras falam muito sobre o Anticristo, que aparecerá no fim dos tempos. Sua pessoa e seu trabalho são apresentados em (Ez 28.1-10; Dn 7.7,8, 20-26; 8.23-25; 9.26,27; 11.36-45; IITs 2.3-10; Ap 13.1-10; 17.8-14). Estes textos descrevem algumas de suas atividades:

- Ele entrará em cena nos "últimos dias" da história de Israel (Dn 8.23).

- Ele não aparecerá até o dia do Senhor ter começado (IITs 2.2).

- Sua manifestação está sendo impedida (IITs 2.6,7).

- Seu surgimento se dá por meio de seu plano de paz (Dn 8.25).

- Seu interesse principal está na força e no poder (Dn 11.38).

- Ele introduzirá uma adoração idólatra (Dn 9.27), na qual se coloca como Deus (Dn 11.36,37; IITs 2.4; Ap 13.5).

- Ele será recebido como Deus e como governante por causa da cegueira do povo (II Ts 2.11).

- Ele se tornará o grande adversário de Israel (Dn 7.21,25; 8.24; Ap 13.7).

- Haverá uma aliança contra ele (Ez 28.7; Dn 11.40,42), a qual desafiará sua autoridade.

- Ele exercerá controle sobre a Palestina e sobre o território adjacente (Dn 11.42) e fará sua sede em Jerusalém (Dn 11.45).

- Embora ele se mantenha no poder por sete anos (Dn 9.27), sua atividade satânica está limitada à última metade do período da tribulação (Dn 7.25; 9.27; 11.36; Ap 13.5).

A MISSÃO DO ANTICRISTO

Tem o anticristo como missão implantar o domínio de satanás em todo o mundo, a fim de que este seja transformado no reino das trevas. Eis suas missões principais:

Criar uma religião – Onde seja o diabo reverenciado por todos os que, desprezando a verdade, apegaram-se à mentira. Nesta esfera, ele é assistido pelo falso profeta (Ap 13.11-18).

Estabelecer uma economia fortemente centralizada – Através da qual forçará os habitantes da terra a aceitarem o sinal da besta (Ap 13.17,18).

Destruir as bases da religião divina – Para que todos venham a crer em suas mentiras: “O qual se opõe e se levanta contra tudo o que se chama Deus ou se adora; de sorte que se assentará como deus, no Templo de Deus, querendo parecer Deus” (IITs 2.4).

Enganar a Israel – Fingindo ser o seu messias e, em seguida, destrui-la, numa tentativa sem precedentes de frustrar os planos de Deus com respeito ao estabelecimento definitivo e pleno dos filhos de Abraão na formosa terra (Dn 9.27; Ap 12.12-17).

Destruir os que se hão de converter durante a Grande Tribulação – Objetivando desarraigar da terra quaisquer testemunhos concernentes ao Deus Único e Verdadeiro e ao seu Unigênito (Ap 7.9-17).

Multiplicar a iniqüidade no mundo – Afinal, o anticristo é conhecido como o homem do pecado e o iníquo (IITs 2.3). Ele, portanto, é o grande promotor da iniqüidade.

A DOUTRINA DO ANTICRISTO

Eis as bases da doutrina a ser implantada pelo homem do pecado:

Substituir Deus pelo diabo – Em muitos centros de estudos cristãos, o Senhor Deus já foi substituído pelo homem. Haja vista as teologias liberais, divorciadas da Palavra de Deus que se enveredaram pelo antropocentrismo, afirmando ser o homem a medida de todas as coisas (Sl 10.4; Ez 28.2). E, agora, já se busca substituir, descaradamente, Deus pelo próprio demônio!

Criar um messias para Israel – Visando promover um pseudo-salvador para toda a humanidade. Quando os judeus perceberem que o anticristo não é, de fato, o seu Cristo, mas um impostor, tentará ele destruir a descendência de Abraão (Dn 9.27).

Concretizar o que, desde que fora expulso do céu, o diabo intenta fazer – Colocar-se no lugar de Deus, a fim de que ele receba uma adoração que é exclusiva do Todo-Poderoso. A resposta de Deus para todas essas maquinações do maligno está no Salmo 2. Ler II Ts 2.8; Ap 19.19,20.

O ANTICRISTO NO TEMPLO DE DEUS

Já que a besta e o falso profeta atuarão como antideuses, o reino de satanás haverá de funcionar como o anti-reino de Deus. Portanto, o momento de maior triunfo de satanás será introduzir o seu representante no Santo Templo em Jerusalém. Ele assim agirá, a fim de que:

Os judeus aceitem o anticristo como o seu messias – “Eu vim em nome de meu Pai, e não me aceitais; se outro vier em seu próprio nome, a esse aceitareis” (Jo 5.43).

A verdade seja erradicada – “E com todo engano da injustiça para os que perecem, porque não receberam o amor da verdade para se salvarem. E, por isso, Deus lhes enviará a operação do erro, para creiam a mentiram” (IITs 2.10,11).

Sejam suspensos os sacrifícios de Deus – “E ele firmará um concerto com muitos por uma semana; e, na metade da semana fará cessar o sacrifício e a oferta de manjares; e sobre a asa das abominações virá o assolador, e isso até a consumação; e o que está determinado será derramado sobre o assolador” (Dn 9.27). Quando isto acontece, será deflagrada toda a ira de Deus tanto sobre o anticristo como sobre os seus adoradores. Mostrará Deus, uma vez mais, que não dividirá a sua Glória com ninguém.

CONCLUSÃO

O anticristo surgirá da área do antigo Império Romano, porque em Daniel 9.26 está escrito que o seu povo (isto é, o povo donde procede o anticristo) destruirá a cidade de Jerusalém, e esse povo foi o romano, como bem documenta a história. Talvez ele seja nativo da Síria, porque Antíoco Epifânio, tipo futuro do anticristo, era da Síria. (Ver Mq 5.5 na tradução brasileira). Somente uma igreja cheia do Espírito Santo poderá resistir ao espírito do anticristo que está em operação no mundo.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

O calendário da profecia – CPAD

Wikipédia

Lições Bíblicas – CPAD

Manual Bíblico de Halley – Vida

Bíblia Vida Nova – Vida Nova

Manual de Escatologia - Editora Vida

Estudos no Livro de Apocalipse - Ed. Hagnos

O Novo Testamento Interpretado-Versículo por versículo - Ed. Hagnos



Um comentário:

Newton Carpintero, pr. disse...

Prezamado dc. Daniel Filho,

A Paz do Senhor!

Vigiar e orar!

O Senhor seja contigo!

pr. Newton Carpintero
www.pastornewton.com
Contra a Falácia da Prosperidade!

ANIVERSÁRIO DA SECRETÁRIA DA EBD EM IPSEP - VILA MAURICÉIA

EBD EM IPSEP - VILA MAURICÉIA

ANIVERSÁRIO DA EBD EM IPSEP - VILA MAURICÉIA 2010